Categorias
Dicas e Truques Impostos

IRS: organizar facturas e recibos para benefícios fiscais

Estamos em Fevereiro, mas já não falta muito para a época de entrega do IRS. O mês passado recebemos várias cartas de seguradoras, bancos e afins com declarações para colocar no IRS.

Embora cada vez mais, os benefícios fiscais sejam reduzidos, não deixa de ser importante guardar todos os documentos necessários para depois ser mais fácil fazer as contas.

Anexo H - Declaração de IRS - Benefícios fiscais e deduções

Desses documentos a juntar, incluem-se entre outros:

  • Despesas de educação;
  • Despesas de saúde;
  • Despesas de seguros;
  • Despesas com créditos à habitação;
  • Recibos de donativos

Lá em casa, é muito fácil perder o rasto aos recibos que vamos recebendo aqui e ali. De há três anos para cá, temos um envelope A4 onde vamos colocando todas as facturas/recibos que recebemos. Relativamente ao IRS de 2010, creio que tivemos uma taxa de sucesso de utilização de 95% (ou seja, 5% dos recibos apareceram tarde demais… bolas!).

Assim, eliminamos a dor de cabeça que é vasculhar as carteiras, bolsos, malas e gavetas em busca de facturas e recibos perdidos. E reavemos do Estado mais uns euros!

Por fim, não esquecer que pode ser alvo de uma inspecção das Finanças por alguma razão que nem sonha. Por isso, quando acabar de submeter a sua declaração, volte a guardar os seus documentos no envelope, junte as contas que fez e uma cópia da declaração submetida e guarde o envelope num sítio seguro. As inspecções das Finanças podem ser realizadas até ao fim do 4.º ano após o ano a que respeita a declaração (por exemplo, para a declaração de 2011, pode acontecer até 31 de Dezembro de 2015). Se tiver tudo organizado, mesmo alguns anos depois, tenho a certeza que será um processo menos doloroso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *